quinta-feira, 20 de setembro de 2012 - 0 comentários

Pensando na vida, a cada dia que passa ....

A cada dia que passa, vejo que não estou mesmo bem, que tenho algo mal dentro de mim, que não confio em mim, que não sou capaz de fazer isto ou aquilo, não me consigo expressar perante as pessoas fico excessivamente nervoso, em pânico, assustado, a transpirar muito, a tremer, e não consigo controlar isso, as pessoas a minha volta já notaram que estou com dificuldade em me expressar oralmente, e sei que faço má figura, demoro a dizer as palavras, quase que gaguejo, fico bloqueado, troco as coisas, digo tudo errado, e hoje isso aconteceu na aula de Inglês e mais algumas vezes, a algum tempo atrás!

Se me disserem uma coisa agora eu esqueço-a muito facilmente, ao que parece a minha memoria só funciona bem a longo prazo, tenho de escrever tudo se não eu esqueço-me!
É como se não me tivessem dito nada, não sei como posso me esquecer das coisas, assim desta forma, se eu tiver coisas para fazer, trabalhos da escola ou assim, se não fizer uma lista das coisas, esqueço-me delas.

Hoje o dia correu um pouco melhor, mas continuo mal, com os mesmos problemas, os meus colegas, já disseram e tudo que não consigo me expressar oralmente e isso é mau, foi como tipo, gozassem comigo por, já não conseguir falar a frente de muita gente ....  já me comecei a tentar me aproximar de alguns colegas, só falei com um hoje, o D.  embora seja muito difícil, porque a insegurança e o medo é tanto, o receio, os nervos, a angustia, a tristeza que tenho em mim, de 'não ter ninguém na vida', uma pessoa especial, que goste de mim, que me aceite como eu sou, que me dê valor, que me apoie no que der e vier, que fique sempre do meu lado, quando todos viram as costas .... ainda não encontrei essa pessoa, sinto-me necessitado de a ter, é-me muito importante, e acredito que isso e outras demais coisas na vida, me iram fazer crescer mais, dar valor a tudo na vida, antes de perder, pensar nas coisas antes de as dizer, tentar controlar os problemas que tenho e me tratar, (...)  não aguento mais ficar neste estado, durante mais tempo....

Sinto receio, medo, e tudo o que disse anteriormente de falar, é ao escrever que me sinto bem, à vontade, consigo transmitir, aquilo que quero , aquilo que sinto, sem atrapalhes, sem impedimentos, sem medo,  ao escrever viajo por entre mundos desconhecidos, que eu nem sabia existir, viajo pelo mundo das palavras, dos sentimentos, das emoções ... e só agora descobri que tinha um dom, que nem sabia da sua existência anteriormente, devido a certas coisas que se passaram na minha vida.
E vejo que devo continuar a fazê-lo, a escrever, a partilhar, o que sinto dentro de mim, ''quando uma pessoa se entrega de corpo e alma a algo, o resultado nem corresponde às expectativas, é muito melhor'' ...

0 comentários:

Enviar um comentário