sábado, 22 de setembro de 2012 - 0 comentários

Um novo dia, uma nova chance, uma oportunidade ....

Ontem, estive mal, a discutir com os meus pais e com a minha prima, sobre coisas parvas, sem sentido, às vezes penso em cometer uma asneira qualquer, mas não o faço, porque sei que depois irei me arrepender  e o arrependimento já não vai servir de nada depois da asneira já ter sido feita (....)

Também ainda ontem, uma pessoa, que é minha amiga, com experiência de vida disse-me que tenho de ser confiante, ter auto estima, ser forte, que não posso deixar que problemas me abalem e sobretudo não precisar de alguém para ficar feliz, não tenho de concentrar todo o valor nesse alguém e o resto passar ao lado,  pois se isso acontecer, quando eu perder esse alguém que dava mais valor do que tudo, acabarei por cair, acaba a minha vida, a minha auto-estima, acabo só, e nesse momento já não tenho algo em que me apoiar, família, amigos, ... porque tinha dado o valor a 1 só única pessoa e posto de parte os outros, tenho de ser feliz sem precisar de alguém, e isso parte de mim.
Muito obrigada A. ajudou-me a conversa que tivemos! ;)
Sei também através da A. que é difícil de publicar um livro nos tempos que correm, mas isso não é nenhum motivo para eu desistir de o publicar, se não o publicar na altura que estou a pensar, publicarei mais para a frente....
Ontem decidi também entrar num concurso, o clube de leitura, e terei de escrever uma opinião pessoal devidamente bem fundamentada, sobre um livro ... isto graças a A. que me acabou por convencer, e depois de ler alguns textos meus, disse que era uma pena eu não concorrer ao concurso, como eu adoro escrever e tenho jeitinho, sei que vou fazer um belíssimo trabalho!

Hoje acordei cedo, fui a mais uma consulta com o psicólogo, estive a falar muito com ele, umas quantas horas, a falar sobre todos os meus problemas, porque continuo agressivo, com raiva e revolta, sobre os meus problemas no passado, na minha antiga escola, quanto ao facto de não ter ninguém na vida, quanto aos meus medos e receios, nervosismo, ansiedade, .... realmente está-me a ajudar imenso, a conversa com ele valeu a pena.

O psicólogo disse-me que tenho de arriscar, e que já chega de estar assim, triste, deprimido,  longe das pessoas, já chega de magoar quem mais amo e peço desculpas, a quem o fiz, já chega de estar neste estado ....  e isso só pode ser feito por mim, eu irei sair deste profundo pensamento do que aconteceu no passado, estou a viver muito preso ao meu passado, e a perder a vivência do presente e do futuro.... e isso é mau!


Ele disse-me também que tenho de seguir em frente e arriscar, me aproximar das pessoas, dos meus colegas, dos meus amigos, da minha família, falando com eles, ... não posso continuar neste ambiente fechado, longe de tudo como tenho estado, senão nada anda p'ra frente, vou continuar assim o tempo todo!
Quanto à minha raiva, à minha revolta, tenho tentar controlá-la, tentando respirar fundo, contando ate 10, para não explodir e depois também a importância em me aproximar do mundo, irá intervir e ajudar neste caso, pois ao me aproximar das pessoas irei ficar bem, contente, feliz ... e irei passar a ser calmo, a ter calma com as coisas, a dar valor ao que é realmente importante, a preservar o que tenho de mais bom na vida, uma família que me ama e que gosta de mim incondicionalmente!

Não posso também deixar de me expressar oralmente, tenho de falar, tenho de aprender a conquistar de novo a confiança que havia em mim, a minha auto estima, e mesmo que fique nervoso e muito ansioso para as apresentações, aos poucos vou conseguir ficar confiante, e depois vai passar a ser algo do mais natural possível daqui a uns tempos ... na opinião dele fazendo isso tudo vou me sentir melhor e aos poucos o passado vai ''desaparecer'', vou saber lidar com ele como algo natural que me aconteceu para me por forte, para me fazer crescer... , é importante também arranjar uma ocupação para me manter sempre ocupado, assim ''livro-me'' de pensar em coisas que não deva. Não vou encontrar alguém se não me socializar, se não me chegar às pessoas, conversar, dialogar com elas ... não posso ter medo de me aproximar de tudo, do mundo, das pessoas, por vezes há que pisar o risco, e eu terei de o fazer e seguir em frente com a minha vida!

Só eu, EU próprio, posso tomar a iniciativa de sair deste estado, só eu o posso fazer, pois niguém o pode fazer por mim, eu acho que fiquei demais agarrado a este meu passado, devido à minha mente não conseguir parar de pensar nele, e estar sempre é como se já não conseguisse  pensar noutra coisa.... por mais que eu me sinta magoado, injustiça-do, revoltado, e tudo mais, não posso deixar que isso me domine mais a partir de hoje! ;)

Agora vejo e dou a razão a 100% a minha prima na conversa que ela teve comigo ontem, ela disse para eu não ligar ao que dizem de mim, '' eu sei o que sou '', não preciso que mo digam, e se disserem, não me posso jamais importar com isso .... tenho também, de lidar com os meus sentimentos e minha raiva, a minha revolta e tudo o resto, faço das palavras dela minhas ''EU consigo, eu vou conseguir, basta eu querer'', sair deste pesadelo, deste drama, desta porcaria de vida, pouco a pouco, um dia de cada vez, cada dia mudar um pouco, eu agora sei que podia estar a aproveitar o meu presente ao lado de todos os que me amam, que gostam muito de mim, e que  sei que tenho os magoado muito mesmo não querendo ....  Obrigada prima L. , desculpa apenas de ter duvidado do que dizias e de insistir que não conseguia sair deste maldito drama!

Peço a todos uma nova oportunidade, irei ficar bem, irei melhorar, e ser uma pessoa mais forte, e não vou me deixar vencer pelo passado, tenho uma vida pela frente, um curso para aproveitar, a escola para acabar, um curso superior para tirar, uma empresa para construir .... e muitas mais coisas que a vida pode dar a oportunidade de concretizar!!

Já estou mais feliz, mais contente ..... já percebi o que tenho de fazer, nos próximos dias, nas próximas semanas, ah ah, antes que me esqueça, o psicólogo propôs-me um desafio, ao fim de cada dia tenho de escrever tudo de bom o que me aconteceu para depois levar quando for a próxima consulta, adorei o desafio, pois escrever é o que mais gosto de fazer .. foi tão bom ter descoberto este magnífico dom, com futuro, todo o esforço agora feito, vai valer a pena e muito (...) e quem sabe um dia desses não conte com uma boa surpresa .... :)

E aqui está, o meu primeiro texto verdadeiramente positivo, .... vindo de mim, é  muito bom e fantástico que continue assim!!

0 comentários:

Enviar um comentário