sexta-feira, 27 de dezembro de 2013 - 2 comentários

Mudanças a caminho...


As coisas estão complicadas tenho tentado não dar valor às coisas negativas ..mas é bem complicado ... é porque eu fui ensinado de uma forma tão má pelos meus pais, que tudo era importante e que só eles interessavam, que as outras pessoas eram isto e aquilo e não prestavam para nada, e eu tento não dar importância, mas o problema é eles serem os meus pais e me fazerem o que fazem...foram seres que me viram crescer!

Passei o pior Natal de sempre...o pior de todos os tempos: a família não passou o Natal junta, nem soube a Natal!
E não tive alguém com quem falar, estive completamente só...a certa altura fui para a cama solitário... Foi dos piores Natais que podia ter passado...a família anda desunida, querem pôr uns contra os outros, e mandam bocas desagradáveis.. E depois acredito que as pessoas fartam-se de certas cenas (dos meus pais é claro) ... Antigamente passava o dia de Natal com primas e tias... conversávamos, jogávamos jogos, comíamos, víamos filmes, ... Era fantástico! E não houve nada disso...tive de aturar gente tonta, discuti com meus pais porque pegaram comigo por tudo e por nada, uma tia perguntou-me pela minha namorada disse-lhe que não tinha nem nunca iria ter! Não lhe disse mais nada! ... Foi desolante este Natal queria ter alguém comigo e não podia fiquei um pouco a deprimir e triste!

Ontem estive a falar com um primo meu sobre o meu curso, disse-lhe que precisava de ajuda para o meu projeto se ele conhecia alguém que me pudesse ajudar, e depois falei que não gostava de programação e não tinha jeito para isso (e que ia ser bastante difícil de concluir o curso dado ter de fazer um projeto prático em programação, e eu não percebendo quase nada e aquilo sendo difícil e complicado para mim não ia me safar) falei também da minha paixão eloquente por Teatro e que a adquiri o ano passado quando entrei para o grupo de teatro da escola e aos poucos aquilo foi-se tornando numa paixoneta...aos poucos via-me que aquilo era o meu meio de escape, posso ser quem quero e como quero sem complexos, ninguém há-de me julgar porque é um mundo aberto, livre e onde predomina a integração de todas as pessoas, não existem diferenças, críticas, julgamentos (...) aí entendi que aquele era o meio perfeito para eu estar porque notei que era tratado como uma pessoa normal, com valor, acarinhado por todos, é aquilo que me sinto bem a fazer, que me sinto eu, que me identifico, que tenho algum dom - apenas preciso de relaxar e me soltar mais! E ele foi sincero para comigo e disse-me: "Mas porque carga de água foste tu para informática? Se não gostavas de programação!" Então aí expliquei-lhe que foi por ter a mania e por ir, e ele disse-me que se estou no curso errado que devia de mudar para o que sempre deveria ter ido desde o início: Teatro. E que deveria convencer os meus pais a apoiar (mas só que já estou preparado para o pior, vou ter de me desenrascar sozinho)
E portanto tenho que ver bem as coisas e analisar as coisas... A minha vida está complicada e tem de ganhar rumo rapidamente... é porque sei que não consigo acabar o curso por causa do projeto e também não era isto que queria fui por ir porque tinha a mania da informática... É porque tinha medo de ir para teatro por causa dos meus pais que não iam achar piada nenhuma à coisa. Sei que não consigo acabar o curso por causa que o projeto final é programação e eu não percebo nada e se aparecer com algo feito saberiam que não fui eu a fazê-lo porque não tenho aquele raciocínio lógico e sequencial necessário.. E não sou bom a programação e nas aulas estou sempre com o professor ao pé porque não sei fazer as coisas e não percebo nada! E já lhes tentei fazer ver o que quero mas eles recusam-se a apoiar...

Eu sei que podia mas com esta pressão toda, as coisas em casa e na escola não me parece e já sei que não vou conseguir... Estou a pensar começar em teatro na universidade ou então vou para curso profissional ... ainda vou analisar bem! Se for para a universidade vou 1° para um curso CET com o 12° incompleto de "Gestão e Produção de Pastelaria" de 1 ano e meio e isso dá-me equivalência do 12°/13° ano... E depois se assim desejar e tiver possibilidades é só fazer o exame de Português e entrar para licenciatura de teatro.

Eu sei que já aguentei até hoje mas não quero nada aguentar mais quatro meses, tenho andado super mal e de rastos não é nada fácil lidar com tantas emoções ao mesmo tempo, e o problema é que quando precisava de ir a um psicólogo em pequeno (quando comecei a sofrer de bullying) ninguém se importou e não me levaram lá, e agora é tudo numa bola de neve... Se algumas coisas tivessem resolvidas já estava um pouco melhor!

E quanto ao curso ( o próximo que tenho em mente realizar) tenho as coisas bem planeadas...mas o problema é a questão financeira, mas talvez se resolva... desta vez e a partir de 2014, não vou ceder a chantagens nem a jogos de baixo nível dos meus pais, e uma coisa deixo bem clara, o futuro é meu - escolho o que quero e quem decide sou EU, a vida é minha faço o que bem entender, saiu e ando com quem eu quiser, e não vão ser eles quem me vão impedir, nem limitar-me de fazer o que mais quero... e nem eles nem ninguém tem algo a opinar sobre isso!

Eu sei que não quero este curso...o que estava a pensar era fazer só o estágio do curso e a disciplina de Português, e no resto do tempo ocupava-me com outras atividades, entre elas teatro.
Ficou bem claro da última vez que cheguei-me ao pé dos meus "queridos e adoráveis" pais com a conversa de mudar de curso...o meu pai disse: "Ou acabas este ou não te dou outro" e eu fui caladinho sem abrir a boca... (mas chantagem nunca mais), podem dizer que eu fico em casa os quatro meses que faltam mas ceder à chantagem não, acabou-se, fartei-me de ter de ceder e aturar chantagens! E em Abril mal fizesse os 18 anos ia-me embora... e apenas tenho algum dinheiro na minha conta bancária (só tenho acesso aos 18) ... e planeio arranjar um part-time se conseguir de Abril a Setembro.

E esse curso CET é leccionado na: Escola de Hotelaria e Turismo de Faro, Escola de Hotelaria e Turismo do Oeste (Caldas da Rainha) e Escola de Hotelaria e Turismo do Porto - e estou a pensar em ir para o Porto, dado que já fui lá de férias em 2012 e conheço aquilo vagamente, bem como tenho alguns amigos por lá!

E ainda tenho de ver se consigo bolsa para fazer esse curso, senão vai ser muito difícil sustentar-me sozinho por lá... é porque o dinheiro que tenho vai-se num ápice... :vou ver se arranjo um sitio barato para poder ficar.. mas depois ainda falta a comida, a roupa, e depois as coisas para a escola (as propinas e tudo o resto necessário) e isso é tudo dinheiro que é gasto assim num abrir e fechar de olhos! Tenho a plena noção que não é fácil sobreviver sozinho (sem o apoio dos meus pais), porque eu ainda não tenho formação... se já a tivesse era só a questão de procurar emprego.

Tal e qual o que o médico me disse, é o que irei fazer:
"1- Tem 17 anos e ainda não 18;
2 - É gay;
3 - Não tem independência financeira que lhe permita viver sem concessões;
4 - Não tem formação académica/profissional que lhe permita ser independente;

Assim sendo...por isso a melhor solução analisada de modo frio e conciso seria tentar aguentar: não ceder mas aguentar com um sorriso nos lábios sim...eu sei que é muito, mas muito difícil, mas eu tentaria pelo menos, senão fosse com o sorriso, pelo menos tentaria aproveitar ao máximo!!"

Portanto o que irei fazer chegando a dia 6 de Janeiro de 2014 é preencher o papel para anular todas as disciplinas exceptuando Português e as referentes ao estágio curricular, ou seja, vou ficar com o 12º ano incompleto. A minha decisão é esta e os meus pais vão ter de a respeitar, não há outra volta a dar!

2 comentários:

Looking4Truth 24 de janeiro de 2016 às 23:51

Tinhas 17 anos nessa altura? Pelo o que li tens uma capacidade de expressão escrita boa... não equacionaste a área de letras? Tu eras novo na altura que escrevias isto, recorreste a ajuda de profissionais de saúde e não te valeu de muito?

Eu não li os outros posts do teu blog, parece me que fizeste um hiato, ou paras-te de vez de publicar visto que estamos em 2016...

Eu li um post enorme teu no facebook, "O meu mundo" por coincidência quando pesquisava pela internet... O teu caso é deveras interrogante... pelo o que li até agr, desistis-te do secundário tradicional e fizeste um Curso profissional em informática, que abandonas-te, e foste para teatro foi isso? como estás agora? se não for indiscrição, gostava de saber se conseguiste seguir o teu caminho, visto que tb tive amigos que passaram pelo mesmo que tu, e tentei ajudá-los sem muito sucesso mas não desisti...

É pena quando o pilar primário, a família, não ajuda ou não compreende o que se passa... depois restam os amigos que por vezes são ineficazes na ajuda por limitações da vida...

Super Man-Super Words 10 de março de 2016 às 18:12

Boa tarde looking :)
Sim tinha 17 anos nessa altura, https://www.facebook.com/blogomeumundo/ já actualizei a minha página de facebook, com os últimos acontecimentos.
Eu estive no secundário num curso tecnológico de informática e abandonei por motivos de força maior já no 12º ano.

Podes contactar-me na página de facebook, assim coloco-te mais ao corrente da situação.

Enviar um comentário