domingo, 1 de dezembro de 2013 - 3 comentários

Mudar o Mundo... (Vivências de um Madeirense)

#MudaoMundo 

Algures adias encontrei isto (foto abaixo) publicado no facebook de um amigo que também vive na Madeira, situação tal que me chocou de forma que não pude deixar de manifestar o meu desagrado e de ficar indiferente, são coisas que puramente me provocam uma revolta enorme, indignação e tristeza! Daí ter escrito também sobre esse mesmo assunto (texto abaixo).


Para amarmos alguém não interessa o sexo, raça, religião desse, o que interessa é o significado do sentimento amor para nós e para esse alguém.
É fantástico quando aparece alguém e nos faz sentir tão diferentes daquilo que estamos habituados a ser, mudando a nossa perspectiva, a impressão que temos da vida. Alargando horizontes e passando a sermos livres, quando deixamos de ter medo de certas coisas e passamos a enfrentá-las de uma vez por todas.
Não penses que as pessoas que gostam de pessoas do mesmo sexo são diferentes de ti, porque todos somos humanos, todos temos direitos, elas também se amam, também sofrem, também vivem, não sejas homofóbico, deixa de lado os rótulos e os preconceitos, vive a tua vida e deixa a do outro, não critiques essas pessoas só por serem como são... Sobretudo aprende a respeitar a o outro, a aceitar tal e qual como ele é, o que interessa não é esse mero aspecto (orientação sexual), mas sim a sua plena felicidade e concretização pessoal!

Amar alguém do mesmo sexo é hoje em dia, ainda uma das coisas muito criticadas pela sociedade infelizmente, e isso é péssimo... acho que devemos pensar segundo estas linhas: "Porque a opinião dos outros não interessa em nada!", não contribui para o teu bem estar pessoal, dá valor apenas aquilo que consideras importante!
O mais importante nisto tudo é sermos felizes, construirmos a nossa felicidade ao lado de quem amamos, esquecendo o que está a volta, e centrando-nos nos nossos objectivos.
As pessoas não têm o direito de julgar, de magoar, de maltratar, ... apenas devem é de ter uma coisa tão escassa nos dias de hoje: RESPEITO! Todos temos o direito de ser felizes, seja com quem for e como for e ninguém têm nada a haver com isso, nem com a vida pessoal de cada um. Basta!

Chega!!! E é por estas e por outras, que por vezes é um completo nojo viver num sitio destes, onde as pessoas só sabem apontar o dedo e pôr defeitos, não se veem mesmo ao espelho, que autentica vergonha!
Custa tanto ver os jovens tão novos a "dar cabo" da sua própria vida por existirem pessoas tão cruéis que nem respeito sabem ter, que dizem coisas da boca para fora que os magoam profundamente, e que afectam o sistema emocional de qualquer adolescente que vive numa situação desse carácter! Jovens com uma vida inteira pela frente, a suicidar-se por actos irreflectidos, é extremamente desolante e porquê? Por culpa de pessoas que nem o mínimo de amor pelo outro sabem ter... Farta, chega a um ponto limite... que as pessoas não parem de apontar o dedo, só usem rótulos, e tenham a mania de criticar tudo e mais alguma coisa, de pôr defeitos... Os pais e as outras pessoas não podem ditar a vida de um jovem, cada um é aquilo que for e cada um sabe de si.

Que indecência, que sociedade tão estereotipada, será que vamos evoluir? Já não serão horas disso acontecer?
Somos todos iguais, merecemos ser todos tratados enquanto humanos!

Eu gosto de PESSOAS! <3


Texto de: SuperMan-SuperWords

3 comentários:

eternalsearch 18 de dezembro de 2013 às 00:56

Estive a ler os teus 5 posts mais recentes... sei perfeitamente aquilo pelo que passas aí na Madeira. Sofri o semelhante quando frequentei a escola no Funchal.

Como madeirense e gay desejo muito que encontres a tua paz. Não desistas dos teus sonhos.

Se precisares de falar... reach out to my tumblr.

Super Man-Super Words 18 de dezembro de 2013 às 00:59

Muito obrigado :)
Ainda bem que sabes e me compreendes!

Claro vou lutar pelos meus sonhos e convicções!

eternalsearch 18 de dezembro de 2013 às 01:53

Nevermind... Already following your tumblr (which is really cute!). Fico a aguardar o teu contacto. Força! ;)

Enviar um comentário