segunda-feira, 18 de novembro de 2013 - 0 comentários

Cansei...


Cansei. Estou cansado de tudo, tudo. Já estou farto de chorar sem parar, de não ter ninguém a meu lado, não ter a quem dar um abraço, um beijo, mimos, carinho (...) não ter aquela pessoa que me diga "Vai ficar tudo bem, não te preocupes!", e que de facto isso seja a realidade, são simples gestos mas que para mim fazem toda a diferença no meu dia.
Já estou farto que as pessoas se afastem de mim sem motivo aparente. Já não aguento este tamanho sofrimento, e o que mais me repugna é que são poucas as pessoas que conseguem ver que eu estou a sofrer e muito... poucas são as pessoas que me entendem na perfeição e percebem aquilo que eu sofri e ainda hoje sofro. Para quê sofrer tanto na vida? Pergunto-me eu a mim mesmo vezes sem conta. Será que merecemos isso.
Será que merecemos ser tratados de forma diferente das outras pessoas, nos sentirmos excluídos, postos de parte e abandonados...apenas por gostarmos de alguém do mesmo género que nós. Será que amar alguém é covardia, pecado, contra natura? É proibido? Amor não escolhe idades, género, cor, raça, aparência ou condição social.

Já não sei que hei mais de fazer, esta dor é insuportável, sinto que o meu corpo não aguenta muito mais, estou de rastos e com este aperto no coração, estas coisas a pouco e pouco estão a tomar conta de mim, e cada vez mais fazem me sentir mal... E o pior disto tudo... é sentir-me impotente, sem nada que eu possa fazer para alterar o presente e observar que não existe alguém que me possa ajudar a sair deste pesadelo sem fim à vista. Custa tanto me sentir assim e é tão triste...ser afastado de todos pela própria família, será que as pessoas não vêm que isso me esta a matar aos poucos e poucos, porquê?, porquê? Será que cometi algum crime, ou fiz algo de grave para merecer isto? Estou farto de ficar sempre como o mau da fita. Pessoas e pessoas que só falam da boca para fora como se soubessem toda a minha vida e o que tenho passado, é irritante no mínimo...infelizmente as pessoas só enxergam aquilo que querem ver, o resto fica para lá da realidade, é triste, eu sei, mais valia tudo ser diferente, mas não é...
Porque me dizem que a minha felicidade não é importante agora? Será que sabem o quanto isso é importante para mim? Ser amado e poder amar alguém, ter com quem partilhar os bons e menos bons momentos, viver a vida ao lado dessa pessoa, ...

Seres que querem controlar toda a minha vida toda, estão a tirar-me a liberdade que ainda tenho, não suportam o facto de eu falar com alguém, querem que seja anti social, inventam mentiras para me por contra pessoas de quem gosto muito, (...) fazem de tudo a um ser, tudo o que não deveriam de fazer, ao ponto de pensar em fazer coisas que não deva, e que não irão resolver de nada. Que faço a tudo isto, como irá ser a minha vida, estou sem rumo sinto-me perdido numa estrada sem fim... Sabe, por fora posso parecer feliz, mas por dentro sinto a maior infelicidade do mundo, e não sou uma pessoa feliz, podem me dizer vezes sem conta que tenho tudo para poder ser feliz, mas não tenho! Falta-me amor, carinho, palavras de conforto, um abraço, um beijo, um olhar doce, um carinho na face, ...
Os seres que vivem nesse mundo algures nem sabem como uma pessoa que tem falta de pequenas coisas se sente verdadeiramente... De que serve ter dinheiro, tecto, roupas caras, tudo do bom e do melhor, e não ter o mais importante, amor. Amor vale mais do que dinheiro ou qualquer outra coisa. Sinto-me revoltado, angustiado, farto, cansado deste mundo assim.

Qualquer dia não sei o que será de mim... Eu quero muito concretizar os meus sonhos, lutar por tudo aquilo que tenho direito, o que mais me importa e preciso agora é de ser feliz, não me importo com o resto...
Sinto que as pessoas à minha volta estão dando cabo da minha vida, destruindo os meus sonhos, dizendo que o mais importante não é ser feliz, que isso não importa para agora, como podem as pessoas podem ser rudes e desagradáveis até este ponto? Como?

E esta é a minha vida.

0 comentários:

Enviar um comentário