quinta-feira, 14 de novembro de 2013 - 0 comentários

E chegou o dia...


Eu andei com aquele receio durante muito tempo, de ser excluído, enxovalhado com termos e mais termos horrendos de qualquer que seja o ser humano ouvir, medo que me maltratassem fisicamente, por gostar de um rapaz e não rapariga... mas sempre chega a um dia em que não temos mais receio e ultrapassamos tudo, aos poucos a sociedade vai aprendendo que deve respeitar os outros como são, embora ainda exista muita gente homofóbica, (aos montes e montes por esta pequena ilha) não só por cá e em qualquer lugar existem pessoas assim. Mas por cá as coisas chegam ao extremo, odeio viver neste sítio, as pessoas só sabem comentar a vida dos outros, apontar o dedo ao outro (nunca olham para si próprias para ver os seus defeitos),  gostam de saber tudo e mais alguma coisa, e de andar a inventar boatos e fazer propaganda da vida dos outros... É verdade que aqui nós somos uma realidade que é pouco vista, não existe nenhum centro de apoio a LGBT, não existem eventos para LGBT, não existe um espaço onde se possa estar minimamente à vontade sem ser-nos apontado o dedo, (...) e isso é catastrófico, ao fim de contas somos vistos como seres anormais... mas qual o porquê disso? De anormais não temos nada, anormais são aqueles que se acham melhor que nós, e que têm a mania...  e que são homofóbicos e não sabem respeitar os outros tal e qual como são... Somos pessoas como as outras, amamos alguém de forma diferente ... e daí não quer dizer nada, acredito que pessoas assim até são muito melhores a nível interior enquanto pessoas humanas.

Mas no meio de tudo chegou o dia em que disse a mim mesmo: "Fartei, BASTA! Chega de viver numa farsa, daqui para a frente vou ser eu próprio, tal e qual como sou verdadeiramente, não vou-me deixar abater mais pelo medo, não vou me rebaixar a isso, acima de tudo quero ser feliz e vou lutar pela minha felicidade, é isso que mais importa para mim, é isso que faz sentido!
Não me importo nada de ser feliz com um rapaz, que assim seja, o importante é eu estar feliz e mais nada. Estou disposto a enfrentar o que tiver de ser para ser feliz, esse é um dos meus maiores sonhos e vou fazer o que estiver ao meu alcance para concretizá-lo. Eu sempre vivi agarrado à ideia que devemos lutar pelos nossos sonhos, pelas nossas metas, pelos nossos objectivos, pelo que queremos (...) pela nossa felicidade, eu já passei por muito na vida, tenho uma história incrível, esse aspecto de mim é meramente só mais um... "

Quem gostar de mim irá continuar a gostar como sempre gostou, quem for verdadeiro fica ao meu lado e não me abandona! Quem não gostar tem bom remédio: "SAIA da minha vida!" Por vezes acredito que é melhor assim, poupam-me o sofrimento e desilusão.

0 comentários:

Enviar um comentário