sexta-feira, 29 de novembro de 2013 - 0 comentários

E...tudo volta ao mesmo drama!

E parece que existem coisas que nunca mudam...




"Desde o 5º ano que já me chamam de gay, depois começaram a fazer de mim alvo de polémica pela escola e a me pôr fama, tive uma "prima" (porque é adotada, e não gosto nada dela) que inventou um boato sobre mim: "Que eu fazia sexo com sofás e almofadas" (onde nem sofás eu tinha em minha casa na altura) e andou a difundir dentro de um autocarro completamente cheio e rapidamente isso soube-se na escola inteira, já fui filmado a andar e esse vídeo foi para ao youtube com fim de gozar com a minha forma de andar, já gozaram com a minha voz imensas vezes, com a forma de vestir e estar. Também já entraram no meu facebook e escreveram que eu era homossexual e que tinha me assumido à custa de um amigo meu (a minha amizade com ele perdeu-se até hoje, ele era como um irmão para mim), já fui ameaçado na escola com uma navalha e um isqueiro, já me empurraram para o chão e eu lá fiquei caído sem ninguém me levantar nem perguntar se eu estava bem, já me puseram pionés nas cadeiras, já me derramaram uma garrafa de leite em cima da minha roupa, já desenharam um pénis numa folha e deixaram na minha mesa na escola, já se aproveitaram de mim (um colega) que fez-se passar por gay para obter fotos minhas intimas para depois andar a divulgá-las (ele era o único amigo que eu tinha na turma e desde aí cortei relações com ele), (...) entre outras coisas!"

Foi tão horrível já ter passado por tudo isto, custa tanto carregar com estas coisas já desde pequeno, já desde que fui para a primária me punham de parte e iam gozando comigo, (e NUNCA ninguém fez nada e o tempo foi passando e agora estou assim como estou!) É triste, certas coisas que sinto poderiam ter sido evitadas se as pessoas soubessem agir correctamente e isso tudo marcou muito a minha personalidade e pessoa. E sempre que o tempo vai passando e vou sofrendo novamente vem-me à memória todos os tempos antigos e aquilo que já passei até hoje e sinto-me de rastos!

Os meus colegas de turma continuam sempre os mesmos... desta vês foi na aula de Matemática em que era dia de teste intermédio e estávamos então todos no auditório e íamos ver um filme. Entrámos todos e sentamos-nos e como sempre chegaram aquelas pessoas atrasadas, depois a professora não estava a conseguir colocar correctamente o filme porque as legendas estavam a ficar cortadas...e perguntou: "Quem é que percebe disto? Vocês são de informática certo? Alguém que me venha aqui me ajudar que eu de informática não percebo nada!" ninguém na sala se voluntariou até que ouço dizerem "Vai lá tu engenheiro (esse é o meu apelido lá na escola), eles costumam sempre "empurrar" tudo para cima de mim!
E então lá fui eu...desci a escada do auditório e dirigi-me à mesa onde se encontrava o computador... E então fechei o programa que estava a executar o vídeo e tentei procurar outro equivalente que funcionasse. Abri o filme e depois andei meio baralhado à procura das configurações que precisava, pois nunca tinha utilizado esse programa e não sabia como era! Enquanto isso, um colega meu já começou a enxovalhar-me e a criticar-me: "Tu não sabes fazer isso! Saí daí! Tu não sabes nada!" eu respondi-lhe de volta e disse-lhe: "Se achas que sabes fazer melhor tivesses vindo TU!" E ele respondeu-me: "Eu não sei!" Que grande ignorante mesmo...
Estas coisas irritam-me tanto, fui me sentar já irritado, esse colega está sempre com a mania que sabe tudo e adora me criticar e meter-se comigo!

Depois começamos a ver o filme, e a certa altura apareceu um rapaz sem t-shirt (e estava a mostrar o corpo do rapaz, eu até estava apreciar porque ele era lindo e tinha um bom corpo) e esse meu colega mandou uma piadinha (como sempre para pegar comigo e me criticar) achando-se o maior. Via-se o peito do rapaz depois continuou-se a ver o resto para baixo, e quando chegou perto de mostrar a cintura ele disse : "É melhor que a câmara não desça mais senão o Engenheiro fica teso! Olha tem cuidado!" e depois todos começaram a rir e a gozar de mim, eu fiquei tão passado nessa altura, só me apetecia dar-lhe uma estalada, fiquei com uma raiva e ira... apeteceu-me tanto chorar naquela altura (mas tentei controlar) e fugir dali o mais rápido que conseguisse! Mas não enchi-me de coragem e respondi-lhe (num tom grosseiro e bem direto para todos ouvirem) : "Já paravas com piadinha antes que tenhas um processo disciplinar na secretaria da educação..." Depois ainda começaram a gozar mais e a me imitar a dizer isso... fiquei tão fulo! A professora ouviu, e disse-lhe que devia respeitar toda a gente, e parecem (e são) autenticas crianças, que já tinham idade para saber respeitar as diferenças dos outros..." E o meu colega respondeu para toda gente ouvir: "Ah eu odeio paneleiros! Detesto gajos que levam no rabo!" e outro colega meu ainda lhe disse: "Está calado, não armes mais confusão!E se tivesses uma amiga que fosse lésbica ias a desprezar só por isso?" E ele: "Sim! Detesto gays!"

Eu já não sabia sequer o que fazer, fiquei tão chocado e passado! Os rapazes da minha turma só gozam e gozam, e pensam que o que eu digo é mentira...mas vai chegar o dia em que irá ser feita justiça...Só me apetece mesmo é fazer queixa na secretaria da educação (já que pela escola ainda ninguém fez nada de útil pois todos continuam a abusar e a fazer tudo o que querem e entendem), penso que iria ser feito algo pois estou apenas a defender os meus direitos, segundo o documento "Estatuto do aluno"

Capítulo II - Artigo 7º
Ponto 1 - Alínea b)

"Ser tratado com respeito e correção por qualquer membro da comunidade educativa, não podendo, em caso algum, ser discriminado em razão da origem étnica, saúde, sexo, orientação sexual, idade, identidade de género, condição económica, cultural ou social ou convicções políticas, ideológicas, filosóficas ou religiosas;"


Os meus colegas de turma são todos uns estúpidos que não valem nada! Sinceramente pensado bem e friamente fui para escola errada, lá julgam as pessoas muito pela aparência, se tem dinheiro ou não, maneira de vestir, não tem respeito por pessoas com outros estilos, todos fazem o que bem querem e entendem...etc.

Quero tanto um abraço e mimos, isto faz-me sentir um bocado mal, eu tento que não faça mas a verdade é que faz...e não consigo controlar isso...custa tanto ouvir estas coisas e não poder fazer nada... (por exemplo: dar umas valentes bofetadas a cada um que nunca mais se metiam com quem fosse homossexual) ou fazer com que quem não respeitasse os outros fosse expulso da escola e tivesse um processo disciplinar... mas aqui nesta ilha não é assim nem irá ser tampouco.
Julgo que um outro colega meu, aquele que fez-me aquilo à dias na aula de Educação Física deve ser renegado antes insultava-me agora está sempre a chamar-me de lindo e a fazer perguntas de teor sexual, okei... isto não é nada normal, ou quer gozar comigo ou então quer outra coisa! Há dias em que a irritação é tanta...que nem há paciência para aturar gente estupidamente estúpida, retardada e malcriada...gente essa quem nem seres deviam ser, comportam-se e tem atitudes que um ser humano digno jamais terá!

0 comentários:

Enviar um comentário