sábado, 23 de novembro de 2013 - 0 comentários

Verão de inferno...



Os meus verões são sempre os mesmos, estar em casa, mal ir à praia (fui três vezes este ano) e neste verão durante o mês de Agosto fui trabalhar para o programa "Jovem em Formação" para receber um miséria, para nunca mais...

O que podia fazer eu fiz, nada deu foi resultado! E sei que apesar de ter a idade que tenho vou ter de ser eu próprio a fazer algo por mim, já que mais ninguém o pode fazer... A idade é o que mais me custa... quem me dera já ter os meus 18 aninhos. Paciência, essa coisa que já vou perdendo aos bocados de dia para dia, cada vez me chateia mais viver neste ambiente desconfortante, estou tão mal psicologicamente, que nem sei já.... Eu sei que talvez aguente até aos 18 mas com muito esforço mesmo, porque não está a ser fácil viver dentro da sua própria casa rodeado de pessoas que não prestam mesmo! Um dos meus problemas é ignorar, não suporto injustiças e desde cedo sempre adotei uma posição acertiva em relação às injustiças... ouvi durante anos e anos a família que tenho falar mal de pessoas como eu, isso bastou-me cheguei a um ponto que me fartei e explodi...
Era tão fácil ignorar se não fosse a minha família e os meus pais, isso é que custa, porque foram eles que cuidaram e lutaram por mim desde pequeno... e custa mesmo muito, já tentei me contrariar e tentar desligar várias vezes mas torna-se impossível.

A minha mãe pergunta-me com quem estou a falar, quer controlar a minha vida toda, eu disse-lhe para ela se meter na vida dela, e ela picou-se e disse que eu falo como se ela dependesse de mim para viver, reclama que eu só estou no meu quarto a vadiar e no pc, disse-lhe que ela não se preocupasse porque daqui a uns dias eu já iria sair para o teatro na escola, e ela muito depressa para a escola, e eu para a escola não a minha decisão está tomada... E ela de que serve ires para o teatro e não teres estudos... eu disse-lhe eu vou voltar a estudar no próximo ano, já não posso neste... e aviso desde já que vou estudar longe daqui... E ela é como o teu pai diz, tu ainda vais voltar para o pé de nos e com lágrimas...vê lá o que andas a fazer... E tem cuidado com as coisas que dizes porque magoa!
Que giro, fantástico, isto hein? Quer dizer mágoa a eles, mas o que eles me dizem na cara não deve magoar a mim, de certeza! A minha mãe é tão esperta que diz que o meu curso (queria ir para o curso profissional de interpretação - actor e voltava ao 10º ano) tem desenho e que já se informou, e diz que eu sou um desastre a desenho, e diz que eu vou voltar para aqui a gritar e a chorar, e vai buscar o meu irmão, e mete-o a meio dos assuntos, diz que ela ainda não deu em louca por causa do meu irmão que a tem ajudado através do céu.... e perguntou-me onde era a escola, nem lhe respondi, ela começou a perguntar se era na Inglaterra, ou se era a mesma escola dos famosos, aquela em que o Renato Seabra foi... Ela fala sempre no Renato e diz que eu vou acabar como ele, que mentalidade mais horrível e retardada! E mais, ela disse tu vais chegar lá, eles vão ter casa para ti, vais sentir a falta de teres o almoço pronto em cima de mesa e é só te chamar para vieres comer.

Mas só que pensando, naquilo que fiz até agora e me apaixonou, foi sem duvida o teatro E agora lembrei-me disso...O meu teste psicotécnico do 9º ano deu-me como resultado "Artístico-Musical". Teatro para mim é a melhor coisa porque sinto-me aceite como sou, sinto-me bem, divirto-me e algo que me da bastante prazer de fazer, é no fundo um mundo diferente... E amo mesmo teatro!
E de certeza que consigo vir a ser um grande actor se me soltar ainda mais, como já me disse uma amiga lá do meu grupo de teatro, a mãe do meu padrinho já me disse "se o que queres é teatro vai em frente e estuda isso... Não desistas das tuas paixões e do que realmente queres... Se não for em Portugal será noutro lugar, o importante é fazeres aquilo que gostas!" Sei que corro riscos, em ir para teatro, mas não quero nada ficar com aquele sentimento de chegar ao final e verificar que não segui aquilo que queria para mim mas o que a sociedade me disse para fazer, ou seja, seguir a ideia de sucesso dos outros! E isso é mau e não quero de forma alguma isso... ainda vou a tempo de remediar as coisas! Mas estou arrependido de ter tirado o secundário em informática, a psicóloga na altura ainda me perguntou e artes...mas eu não sabia o que dizer e encolhi os ombros... e nunca tinha experimentado teatro, se tivesse a escolha feita teria sido a mais acertada.

0 comentários:

Enviar um comentário