terça-feira, 20 de novembro de 2012 - 0 comentários

Paixão!!!


Ontem rebolei na cama para um lado e para outro, e não consigui adormecer....estou tão em baixo! Pareço um zombie, não me aguento, o cansaço é tanto....mas enfim, tudo continua na mesma!

Hoje a minha amiga a AL. fez me um elogio às minhas fotos, que eu tenho mesmo espírito de artista, e que o meu trabalho deveria ser isso,  eu não tenho perfil de estar atrás de uma secretária um dia inteiro, mas sim de fazer teatro, cantar. Tenho imenso jeito para a arte...até tenho perfil de modelo fotográfico, fico muito bem nas fotografias e adoro ser fotografado.
Eu adoro teatro, cantar, ser modelo, amei a sessão fotográfica que fiz este ano, foi fantástica, foi a minha primeira experiência, e é com orgulho que digo que resultou muito bem, apesar do desconforto, consegui me sair bem, sou daquelas pessoas que fica muito bem nas fotografias, mostro-me à vontade e é algo gosto! Isto das artes para mim é uma coisa bela, uma verdadeira paixão como nenhuma antes vista!

Eu tenho um rosto tão belo
Digno de ser fotografado
A minha beleza não se revela
apenas é demonstrada

Não posso nem devo desistir dos meus sonhos! Se me identifico imenso com o teatro, canto ou lá o que seja, siga em frente e vou lutar para fazer aquilo que mais quero, se houver pessoas que não aceitem paciência!!! A vida é minha e eu é que decidido o que quero para a minha vida, o que quero fazer dela, e ninguém tem de se meter no meio.

O recomeço de uma vida (...) começa por deixar para trás tudo o que de mau existe, passa conhecer novas pessoas, novas personalidades, novas histórias, e é aí que observamos a vida a mudar .... construímos novos capítulos, histórias, amores, novas páginas todas diferentes umas das outras, acrescentamos um novo livro em branco à nossa vida, onde lá nada existe, onde podemos reescrever ou começar o início de uma nova etapa.
Fazemos tudo de novo, como se nada existisse, como se nada tivesse acontecido!


Assim como os perfumes alegram a vida, a amizade sincera dá ânimo para viver. Os verdadeiros contam-se pelos dedos!
Preciso de um amigo que me olhe nos olhos quando falo, que ouça as minhas tristezas com paciência.
Preciso de alguém, que venha discutir ao meu lado sem precisar ser convocado (...) alguém Amigo o suficiente para dizer-me as verdades que não quero ouvir, mesmo sabendo que posso fica
r zangado com ele e odiá-lo por isso.

Neste mundo de duvidadores, preciso de alguém que creia, nesta coisa misteriosa, desacreditada, quase impossível de encontrar: A Amizade. Que teime em ser leal, simples e justo, que não vá embora se algum dia eu perder o meu ouro e não for mais a sensação da festa.
Preciso de um Amigo que receba com gratidão o meu auxílio, a minha mão estendida, mesmo que isto seja pouco para as suas necessidades. Preciso de um Amigo que também seja companheiro, nas paranóias e conquistas, nas guerras e alegrias, e que no meio da tempestade, grite em coro comigo: “Nós ainda vamos rir muito disso tudo!”

Não pude escolher aqueles que me trouxeram ao mundo, mas posso escolher o meu Amigo. E nessa busca empenho a minha própria alma, pois com uma Amizade Verdadeira, a vida se torna mais simples, mais rica e mais bela...

0 comentários:

Enviar um comentário