terça-feira, 16 de outubro de 2012 - 0 comentários

Noites de Pesadêlos

Estas últimas duas noites são daquelas para esquecer, não consegui dormir de maneira nenhuma,  fui me deitar eram cerca de 1 e tal da madrugada, andei as voltas e voltas na cama, e acabei por não conseguir adormecer de nenhum jeito, fiquei acordado até às 5 h da madrugada, tinha a cabeça tão cheia de coisas, todos os meus problemas, tudo o que sinto, é como se tivesse caído sobre mim e ficado ali e nada por mais que quisesse saia da minha cabeça, do meu pensamento, é a noite, a minha pior altura do dia, é quando eu me sinto pior, (...)  já estou farto de ver couples, couples, couples everywhere e eu ainda continuo sozinho, e isso roí-me a cabeça, e acabo por ficar a pensar nisso, todos os dias, durante longas horas, noites, meses (...) e  se eu  olhar bem à minha volta vejo que não tenho  ninguém, que não tenho aquela pessoa, para me fazer sentir feliz, sentir bem, sinto um enorme e imenso vazio dentro de mim, é como se faltasse alguma peça para me completar, custa e custa muito não ter essa pessoa ao meu lado, quando me sinto mal, quando parece que já nada faz algum sentido, quando tudo o que me apetece fazer é ir me embora, daqui para fora, fugir, sair daqui desta terra, já estou farto de tudo isto... é quando estou na cama, quando estou sozinho, é aí que eu sinto a verdadeira solidão, de não ter ninguém, de estar sempre só, era tão bom que pudesse ter o meu irmão aqui de volta, para estarmos juntos, ao menos podia sair, conversar, e não me sentir só e por um lado posto de parte pelas pessoas, pois não há niguém da minha família que entenda os meus problemas, o meu ponto de vista, a minha maneira de ser, as razões que tenho para assim estar, há muita e muita gente que só diz que o problema está em mim e o culpado de tudo sou EU!
Não, não e não, já estou imensamente farto de ouvir isso, as pessoas acabam por me magoar imenso e nem se apercebem disso...pensam que tudo fica bem esquecendo tudo, mas o que é esquecer para essas pessoas?

ESQUECER, não existe, o tempo não apaga nada, nada, nem os nossos actos, as nossas promessas não cumpridas,  aquilo que fizemos, as asneiras que cometemos,  esquecer é na maior parte das vezes impossível, devido a certas e determinadas coisas nos marcarem tanto e tanto que isso torna-se uma lembrança, e certas lembranças só servem para nos fazer sofrer de novo! Quantas vezes já me aconteceu ouvir uma música e estar feliz quando comecei a ouvi-la e depois fiquei triste como a noite, porque essa música trouxe-me muitas lembranças, coisas que já aconteceram, que muito provavelmente já não acontecerão novamente.

Hoje, tive aula de EF não gosto nada, 
logo Futebol então, detesto, não gosto nada, apenas tenho feito essas aulas por fazê-las, porque não tenho outra alternativa, senão ser em fazer, é nessas alturas que não me sinto bem também por estar ali a fazer aula, e ver os outros a me colocarem de parte, eu não tenho jeito nenhum para desporto, nenhum mesmo.

Estas noites e estes dias não têm sido nada bons, não tenho dormido praticamente nada, tenho pensando e pensado em tudo e mais alguma coisa, que me tem acontecido dia após dia ... sinto que preciso de respirar, de sair daqui, de ter outra vida, de ser uma pessoa melhor, já faz 9 meses que me tenho sentido assim mal, custa, não é nada simples,  não tem sido fácil para mim levar uma vida como esta que tenho tido, quem olha para mim, diz que eu estou bem porque eu encontrei o sorriso a dada altura deste ano para encobrir que me sentia mal, que não estava bem, que não tinha nenhum problema e que a minha vida corria na perfeição, às mil maravilhas e estava sempre tudo bem, isto só para que as pessoas não perguntassem mais, o que se passava comigo, o que tinha acontecido para estar a me sentir assim, porque toda a gente olhava para mim e percebia logo que eu não estava nada bem, que algo de errado se passava comigo!

0 comentários:

Enviar um comentário