domingo, 14 de outubro de 2012 - 0 comentários

Um Fim....Outro Começo!


 Às vezes é preciso aprender a perder, a ouvir e não responder, a falar sem nada dizer, a esconder o que mais queremos mostrar, a dar sem receber, sem cobrar, sem reclamar.
Às vezes é preciso respirar fundo e esperar que o tempo nos diga o momento certo para falar e então ordenar as ideias, usar a cabeça e esquecer o coração, dizer tudo o que se tem a dizer, não ter medo de dizer não, não esquecer nenhuma ideia, deixar tudo bem claro para que não restem duvidas e não duvidar nunca daquilo que estamos a fazer.

Às vezes é preciso partir antes do tempo, dizer aquilo que mais se teme dizer, arrumar a casa e principalmente a cabeça. Limpar a alma e prepará-la para um futuro incerto, acreditar que esse futuro é bom e afinal já esta perto.
Pensar que o tempo está a nosso favor, que a vontade de mudar é sempre mais forte, que o destino e as circunstâncias se encarregarão de atenuar a nossa dor e de transformá-la numa recordação ténue e fechada, num passado sem retorno que teve o seu tempo e a sua época. E que um dia também teve o seu fim.

Às vezes, mais vale desistir do que insistir, esquecer-se do que querer, anular do que desejar. No ar ficará para sempre a duvida se fizemos bem, mas pelo menos temos a paz de ter feito aquilo que devia ter sido feito, somos outra vez donos da nossa vida e tudo é outra vez mais fácil, mais simples, mais leve, melhor...
Às vezes é preciso mudar o que parece não ter solução, deitar tudo abaixo para voltar a construir do zero, abrir a janela e deitar tudo fora, queimar cartas e fotografias, apagar a memória sem medo de perdê-la para sempre e esquecer tudo.
Porque quem parte sabe para onde vai, escolhe o seu próprio caminho...
Quem fica, fica a ver, a meditar, a lembrar, para depois conseguir esquecer...

E assim é a vida! :)

0 comentários:

Enviar um comentário